A história de um chapeleiro moderno

sexta-feira, 1 de março de 2013

Tenho um lado muito nostálgico que se encanta com as coisas de antigamente. Tento entender o motivo de sentir tanta atração por móveis, louças, talheres e outras relíquias de um tempo em que tudo "durava" muito mais. Tempo em que as coisas eram mais permanentes, maciças, concretas e que faziam história dentro das suas famílias de origem. Não que não tenhamos histórias para contar hoje em dia, mas é inegável que nossos pertences são muito mais perenes. Era dos descartáveis essa nossa. Espero que as gerações futuras tenham recordações positivas de nós e não só fiquem contabilizando as trocentas toneladas de lixo que receberão como herança.




Bom, voltando às coisas de antigamente, sempre tive uma vontade enorme de ter um chapeleiro. Daqueles usados na entrada das casas para se guardar os chapéus dos cavalheiros e as sombrinhas de prestimosas damas. Procurei por várias vezes em lojas de antiguidade da minha cidade e nada de encontrar algum em estado de restauro viável. O desejo ficou guardadinho e todas as vezes que passava em frente de algum brechó, corria os olhos à procura do meu sonhado chapeleiro antigo.
Um dia, ajudando meu marido a dar um jeito naquelas coisas que a gente guarda sem nem saber por que, encontramos uma porta de madeira, simples, encabeçada, ou seja, aquele tipo de porta mais comum, que não é maciça. E diante da afirmação dele para nos desfazermos dela, falei: "peraí!", farei algo com isso!
Bom, marido desistiu de se desfazer da porta e ficou curioso pensando em qual seria a próxima invenção da doida da sua esposa. E, coitado, teve que participar dessa minha reinação. Munido de uma serra tico-tico, cortou 20 cm de uma das extremidades da porta, para que eu ficasse com uma base retangular de 0,80x,1,90m. Escolhi um tecido importado bem lindo (pelo menos para mim, hehehe) e forrei completamente um lado e todas as laterais dessa minha base, que ficou pronta para receber os demais adereços. Encomendei dois nichos e uma pequena prateleira aos meus fiéis marceneiros. Troquei a moldura de um espelho que também estava guardado a tempos e lembrei-me de dois ganchos metálicos de tulipa, lembranças de quando fui à Parati-RJ.
E, dessa forma, fui compondo a minha moderna releitura do chapeleiro de antigamente. Nada da nobreza das madeiras maciças nem do glamour das cartolas e dos chapéus de panamá...




Apenas um conjunto de boas recordações feito com muito amor.




Detalhe de um dos ganchos metálicos vindos de Parati onde pendurei um coração de arame e contas de madeira que eu mesma fiz. O castiçal, presente de minha mãe.




Pequenos detalhes que tem significado para mim.
Penduricalho de feltro, capelinha que ganhei de presente.
Cachepô de fibra de bananeira comprado em São Bento do Sapucaí e por aí vai...






E para o entendimento da "obra" como um todo, a imagem completa do meu "Chapeleiro Moderno", ou seria melhor dizer maluco???




E você, o que achou dessa minha criação?
Deixe um comentário pra mim!!!
Beijos!!!



12 comentários:

Rosangela disse...

O que eu achei?
Simplesmente lindo.
Parabéns.
Lindo fim de semana para todos aí.
Beijo.

Unknown disse...

Bárbaro!!!!

Silvia Lima disse...

ameiii!!

Elisangela disse...

Vi pessoalmente e ficou bem legal e integrado à decoração da casa.Parabéns.......

Leticia Ditz disse...

Leio quase que diariamente seu blog, e sempre me surpreendo com o que vejo!!! Como é que cabe tanta criatividade numa pessoa só?!?!! rs
Parabéns pelo trabalho lindíssimo, pura inspiração!!!

Roberta Lito disse...

Primeira vez que venho aqui e fiquei apaixonada pelo chapeleiro, lindo!

Adorei seu blog viu?

Beijos

Andreia disse...

Márcia,

Ficou lindo!!! Parabéns.
Beijos,
Andreia

nubira disse...

SEU BLOG É DIVINO, SEMPRE PASSO POR ELE APESAR DO MEU POUCO TEMPO. MAS SUA CRIATIVIDADE NOS INSPIRA. SUCESSO.NUBIA

Rosangela Rocha disse...

Ola, Márcia.Primeira vez por aqui e já amando esse seu trabalho. Vc me deu uma ideia de fazer algo parecido p/ colocar no meu quarto. Não tenho marido, mas algumas ferramentas, então vou devagar cortando madeira e depois montar.
Obrigada, bjs.

Anônimo disse...

olá Márçia é a primeira vez que vejo o seu blog. está lindo parabéns tenho muita vontade de começar esses trabalhos moro em Portugal tenho dificuldade em encontrar os materiais. bem aja.

Eliana disse...

Menina,
Para!É cada coisa uma melhor que a outra.Lindo,lindo!E handmade!Sou fã,não vale,mas,fazer o quê?

Maristela disse...

que lindo!!!! amei....vc tem muito bom gosto!! bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blender DMP

Retornar ao TOPO